Caso de Uso
Single-Minute Exchange of Dies (SMED)

O que é?

Single-Minute Exchange of Dies (SMED) é um processo que visa a reduzir a tempos de troca, com o objetivo final de reduzir o tempo de setup do equipamento ou processos para um minuto. O SMED é um procedimento progressivo que visa a otimizar uma pequena parte do processo, a cada vez que ele é executado, até atingir o menor tempo de troca possível.

Para atingir um tempo otimizado, o SMED ajuda a reduzir o número de tarefas, cortando aquelas que não são úteis para trocas, para que o processo fique mais rápido, fácil e eficiente.

Como é implementado?

O processo começa com a identificação de tarefas transicionais. As tarefas são analisadas para encontrar o seu verdadeiro propósito e, soluções de baixo custo para substituí-las. Finalmente, as soluções são implementadas e o tempo e os custos de troca são reduzidos. O processo é definido em etapas que visam a reduzir tarefas inúteis e também visam a concentrar o esforço humano em partes mais relevantes da operação:

  1. Diferenciar atividades externas e internas: Atividades que são executadas enquanto as máquinas estão operando e enquanto não estão.

  2. Transforme o interno em atividades externas, para que possam ser realizadas enquanto a máquina estiver operando.

  3. Padronize as diferentes etapas da mudança para que todos sigam os mesmos padrões eficientes.

  4. Modifique as máquinas para facilitar a mudança.

  5. Encontre atividades paralelas que podem ser executadas ao mesmo tempo, para reduzir o tempo.

  6. Concentre os esforços na produção, reduzindo as tarefas de ajustes de material.

  7. Encontre tarefas que podem ser automatizadas

Como as tecnologias da Indústria 4.0 podem influenciar o processo?
Card cap
PASSO 1: Relatórios de processos

Os relatórios de processo são gerados automaticamente. Estas tabelas de relatório incluem o tempo de mudança de espaço de trabalho por trabalhador e por estação. Ao adicionar essas informações em fichas analíticas, será mais fácil para os decisores compreenderem a envolvente do processo e alterá-lo de acordo com as necessidades, reduzindo ou transformando algumas das tarefas.

Card cap
PASSO 2: Mobilidade de Realidade Aumentada

Usando uma ferramenta de Realidade Aumentada, seja com HoloLens ou dispositivos móveis, os membros da equipa podem aceder diferentes inputs, fluxo de trabalho, documentos e guias de Realidade Aumentada que aumentam as suas capacidades e os envolvem com informações contextuais. Dessa forma, os esforços de treinamento podem ser bastante reduzidos, fornecendo apenas ferramentas de apoio aos trabalhadores.

Benefícios

Maior visibilidade

Melhor tomada de decisão

Aumento na eficiência

As ferramentas permitem otimizar o processo ao acelerar a sua velocidade e fazendo com que atinja um único minuto. A maior visibilidade e os relatórios digitais automatizados são disponibilizados de forma rápida para os gestores. As decisões são mais rápidas, mais precisas e o tempo de troca é reduzido e mais eficiente, o que se traduz em mais tempo para a produção.

Como podemos ajudar?

Os dados podem ser centralizados numa única plataforma digital que permite total visibilidade sobre todas as operações. Um maior controlo sobre as operações, apoiado por relatórios automatizados de execução, bem como painéis, acelera a análise e torna muito mais fácil detectar tarefas inúteis que podem ser eliminadas ou automatizadas. A plataforma, suportada por uma aplicação móvel de Realidade Aumentada (AR), auxilia os trabalhadores na execução de novos processos de transição, evitando a criação de novas necessidades de formação regulares.

Saiba mais sobre como otimizar o seu processo SMED com as tecnologias da Indústria 4.0!